Sindicato de Apucarana participa de debate sobre as reformas em Marilândia do Sul

Dirigentes do Sindicato de Apucarana, Zoraide Sanches, José Roberto Brasileiro e Antonio Pereira da Silva, com vereadores de Marilândia do Sul e o padre Geraldino Proença Dirigentes do Sindicato de Apucarana, Zoraide Sanches, José Roberto Brasileiro e Antonio Pereira da Silva, com vereadores de Marilândia do Sul e o padre Geraldino Proença
sexta-feira, 05/05/2017

O padre Geraldino Rodrigues Proença alertou
para o retrocesso que as reformas trarão ao país

Dando sequência à mobilização da sociedade contra as políticas de retrocesso encaminhadas pelo governo Michel Temer (PMDB), o Sindicato de Apucarana participou ontem (4/05) de Audiência Pública na Câmara Municipal de Marilândia do Sul.

Diretores do Sindicato, juntamente com o padre Geraldino Rodrigues Proença, abordaram as reformas da Previdência e das leis trabalhistas, apontando o retrocesso na legislação e na própria Constituição Federal representarão para a Classe Trabalhadora.

“Este debate é muito importante, porque essas reformas mexerão muito com a vida dos brasileiros e brasileiras que tiram seu sustento através do trabalho. E a forma arbitrária como elas estão tramitando na Câmara dos Deputados demonstra que existe um lobby muito forte das empresas por trás disso, o que exige uma grande mobilização para que possamos barra-las”, avalia Antonio Pereira da Silva, diretor do Sindicato de Apucarana.

Para José Roberto Brasileiro, também diretor do Sindicato de Apucarana, os maiores interessados em todas essas mudanças, incluindo a liberação da terceirização em todas as atividades das empresas, são os bancos.

“Na reforma da Previdência eles estão de olho na migração de pessoas para os planos privados que eles vendem, porque sabem que nunca irão se aposentar com as regras propostas, e com as mudanças na legislação trabalhista poderão baixar ainda mais os custos da folha de pagamento, além de investir pesado na terceirização de serviços”, aponta Brasileiro.

A Audiência Pública foi realizada por iniciativa da vereadora de Marilândia do Sul, Cradenil Aparecida da Silva.

  
Os diretores do Sindicato de Apucarana, Antonio Pereira da Silva e José Roberto Brasileiro, falaram sobre as consequências das reformas da Previdência e das leis trabalhistas para a Classe Trabalhadora

 

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE