Sindicato paralisa agência do Bradesco contra a rotatividade

José Ubiraci de Oliveira e Carlos Roberto de Freitas, do Sindicato de Arapoti, no protesto na agência do Bradesco José Ubiraci de Oliveira e Carlos Roberto de Freitas, do Sindicato de Arapoti, no protesto na agência do Bradesco
quarta-feira, 10/08/2016

A agência do Bradesco localizada em Arapoti foi alvo nesta quarta-feira (10/08) da Operação “Demitiu, Parou”.

José Ubiraci de Oliveira, presidente do Sindicato de Arapoti, afirma que o banco demitiu, sem justa causa, o gerente geral da agência, que tem 30 anos de serviços prestados à instituição financeira.

“Consideramos essa demissão um desrespeito com um funcionário que dedicou boa parte de sua vida para trabalhar no banco, se dedicando a alcançar metas e a oferecer o melhor de si no desempenho de sua função para depois de três décadas ser dispensado assim, sem mais nem menos”, critica José Ubiraci.

Para ele, os cortes feitos pelo Bradesco também não se justificam, pois nos seis primeiros meses deste ano o banco obteve R$ 8,27 bilhões de lucro líquido.

“Também não podemos admitir a prática da rotatividade num momento em que estamos em processo de negociações específicas, cuja a manutenção dos empregos é um dos principais pontos de pauta, levando em conta as incertezas decorrentes da aquisição do HSBC”, salienta o presidente do Sindicato de Arapoti.  

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE