Sindicato discute fechamento de agências com funcionários do BB

Dirigentes do Sindicato debateram com os funcionários os desdobramentos do fechamento da agência do BB na Av. Maringá Dirigentes do Sindicato debateram com os funcionários os desdobramentos do fechamento da agência do BB na Av. Maringá
sexta-feira, 10/11/2017

Abaixo-assinado busca apoios contra a redução
de postos de atendimento no Banco do Brasil

Em reunião realizada na terça-feira (7/11), o Sindicato de Londrina discutiu com funcionários e funcionárias da agência do Banco do Brasil localizada na Avenida Maringá o processo de reestruturação que ainda está em vigor.

Este debate, segundo Gisa Bisotto, foi feito porque aquela unidade terá suas atividades encerradas no próximo dia 17, trazendo intranquilidade ao pessoal em relação ao destino.

“Conversamos com eles a respeito do fechamento e levantamos a preocupação que o Sindicato tem em relação às realoxações, corte de comissões que possam ocorrer e aos demais problemas que forem gerados por essa medida tomada pelo banco”, relata.

Gisa disse que apesar de a reestruturação estar em curso há quase um ano, o BB ainda está avaliando as unidades para fazer novos fechamentos, como foi o caso da unidade da Avenida Maringá, que não estava na lista inicial. Por isso, foi lançado na ocasião um abaixo-assinado a ser passado aos bancários, clientes e usuários demonstrar à direlção do banco a insatisfação de todos com a redução dos locais de atendimento.

Desde o início desse processo, no dia 20 de novembro de 2016, a base do Sindicato de Londrina teve o fechamento da agência da Rua Pernambuco e transformadas em PAAs (Postos de Atendimento Avançado) as unidades de Tamarana, Lupionópolis e Santa Cecília do Pavão.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE