Lucro do primeiro semestre atinge R$ 5,164 bilhões, com alta de 67,3%

Em 12 meses o BB encerrou as atividades de 543 agências no País Em 12 meses o BB encerrou as atividades de 543 agências no País
quinta-feira, 10/08/2017

O balanço do Banco do Brasil referente ao primeiro semestre deste ano apresenta a obtenção de lucro líquido ajustado de R$ 5,164 bilhões, valor que representa alta de 67,3% na comparação com o montante apurado no mesmo período de 2016.

O lucro líquido do segundo trimestre foi de R$ 2,619 bilhões, com crescimento de 6,2% em relação aos três primeiros meses deste ano.

Segundo informou o banco, este resultado foi influenciado pelo aumento da arrecadação com tarifas cobradas dos clientes e pela redução de custos operacionais. Entra nesta conta a redução do número de funcionários, cortes na remuneração (comissionamentos) e o fechamento de centenas de agências no País.

Com isto, as despesas administrativas somaram R$ 7,864 bilhões, com queda de 1,4% no 2º trimestre ante o ano anterior. Em relação ao 1º trimestre de 2016, a redução foi de 0,9%, com destaque para a redução de 2,6% nas despesas de pessoal. Segundo o BB, o resultado geral veio do "rígido controle de gastos".

Já as despesas operacionais caíram 4,4% ante 2016, para R$ 12,68 bilhões, refletindo em parte o programa de cortes de custos no fim de 2016.

O número de colaboradores, que inclui funcionários e estagiários, caiu de 114.340 para 101.071 em 12 meses. Neste período, o banco também encerrou as atividades de 543 agências.

Ainda de acordo com o balanço, BB destinou R$ 6,66 bilhões para as PDD (Provisões para Devedores Duvidosas), com queda de 19,6% em relação ao mesmo período de 2016.

Por Armando Duarte Jr.
Fonte: G1

COMPARTILHE