Começa a votação dos representantes dos funcionários na Cassi. Vote Chapa 1

Começa a votação dos representantes dos funcionários na Cassi. Vote Chapa 1
sexta-feira, 16/03/2018

Funcionários e funcionárias do Banco do Brasil participam, de 16 a 28 de março, das eleições da Cassi para escolher o diretor de Saúde e Rede de Atendimento, integrantes dos Conselhos Deliberativo (dois titulares e dois suplentes) e Fiscal (um titular e um suplente), para mandato de quatro anos.

Os Sindicatos do Vida Bancária, assim como a Contraf-CUT, a Comissão de Empresa e diversas outras entidades de representação do funcionalismo apoiam a Chapa 1, Em Defesa da Cassi, que tem à frente o atual diretor de Saúde, William Mendes, que demonstrou capacidade de trabalhar por melhorias na caixa de assistência.

“A Chapa 1 é formada por pessoas com experiência e compromisso com os interesses dos associados. Isto será fundamental no atual momento em que o governo federal está promovendo um ataque sem precedentes nas empresas estatais e precisamos lembrar que a Cassi também está inserida nessa política de desmonte”, frisa Lidiane Torrecilha Lopes Pereira, diretora do Sindicato de Cornélio Procópio e representante do Vida Bancária na direção da Fetec-CUT/PR.

Veja as principais propostas de atuação da Chapa 1 -  Em defesa da Cassi

- Melhorias constantes no atendimento
· Garantir assistência à saúde de qualidade para funcionários e familiares, independentemente da situação salarial, laboral ou aposentado
· Viabilizar rede credenciada em todas as localidades onde há associados
· Ampliar e melhorar os serviços das CliniCassi e das unidades próprias
· Criar rede referenciada de prestadores e estabelecer parceria com clínicas e prestadores de serviços
· Ampliar a adesão à Estratégia Saúde da Família, com foco na prevenção e atenção integral aos usuários
· Garantir o Plano de Assistência Farmacêutica para todo o território nacional.
· Aprimorar e ampliar o Programa de Atendimento Domiciliar
· Criar novos programas de atenção à saúde com foco na prevenção
· Criar metodologias de avaliação e indicadores de eficiência para aprimorar a gestão
· Investir na capacitação dos profissionais de saúde da Cassi para melhorar o atendimento
· Racionalizar despesas administrativas
 

Manter o compromisso do BB
· Garantir a manutenção dos compromissos do BB e a sustentabilidade da Cassi
· Lutar contra as ordens do Governo de estabelecer paridade contributiva e de reduzir as contribuições do BB para ativos e aposentados (CGPAR 23)
· Manter as contribuições vinculadas ao salário
· Defender o modelo de gestão paritária, com eleição de metade dos dirigentes e sem voto de minerva


Participação dos associados
· Atuar junto com entidades sindicais e associativas para negociar com o BB o fortalecimento da Cassi
· Valorizar os Conselhos de Usuários como representação dos associados
· Realizar fóruns e conferências de saúde e envolver os associados na defesa da Cassi
· Atuar de maneira articulada com outros planos de autogestão para fortalecer o sistema


Clique aqui para saber mais sobre a Chapa 1.

 

COMPARTILHE