Banco do Brasil mantém negociação do ACT a reboque da Fenaban

Comissão de Empresa dos funcionários do BB aguarda uma definição clara de fechamento do Acordo Aditivo Comissão de Empresa dos funcionários do BB aguarda uma definição clara de fechamento do Acordo Aditivo
sexta-feira, 17/08/2018

Representantes do Banco do Brasil reafirmaram, durante negociação específica, realizada nesta sexta-feira (17/08), a manutenção das cláusulas do ACT (Acordo Coletivo de Trabalho), que não têm relação com a CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) a ser celebrada com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), e apresentaram a redação de todas as cláusulas discutidas para modificação.

Dentre essas está a cláusula de descomissionamento por desempenho, na qual o banco apresentou proposta de redução dos ciclos avaliatórios.

A Comissão de Empresa dos funcionários do BB informou ao banco que o acordo de quatro anos e a redução dos direitos dos trabalhadores foi rejeitado nas Assembleias realizadas no último dia 8 de agosto, e que a os representantes dos trabalhadores têm disposição de continuar a negociação até que se chegue a um consenso ou a uma definição clara de impasse.

O banco se comprometeu a apresentar ainda a redação sobre o Banco de Horas e o intervalo de almoço que está sendo discutido também na mesa única.

Para o coordenador da Comissão de Empresa, Wagner Nascimento, ainda existem muitos direitos a serem garantidos pelo BB.

“A negociação, até o momento, tem rendido a manutenção da maioria das cláusulas do Acordo Coletivo. Contudo, ainda temos muitos direitos a serem garantidos pelo banco. Entre as cláusulas ameaçadas de saírem do Acordo está a das três avaliações. Tanto nas visitas na base, quanto nas assembleias ficou evidente que os bancários temem a retirada dessa cláusula pela forte ameaça de descomissionamento e perda do cargo. Esperamos que na próxima semana, de fato, tenhamos uma definição clara de fechamento de Acordo Aditivo. Caso ocorra um impasse, organizaremos a nossa mobilização”, finalizou Wagner.

Fonte: Contraf-CUT

COMPARTILHE