Sindicato de Londrina consegue recuperar na Justiça a gratificação de função

Sindicato de Londrina consegue recuperar na Justiça a gratificação de função
terça-feira, 19/06/2018

O Sindicato de Londrina conseguiu liminar junto à Justiça do Trabalho restabelecendo o pagamento das gratificações de funções que foram cortadas pelo Banco do Brasil dos funcionários e funcionárias que recebiam este direito por 10 anos ou mais. A sentença na primeira instância determinou que o banco retome o pagamento imediatamente pela média dos valores das gratificações recebidas pelos bancários.

“É importante ressaltar que não há necessidade de ter ocupado a mesma função por 10 anos ou mais, mas exercido quaisquer funções gratificadas ininterruptamente durante o período”, salienta Felipe de Albuquerque Pacheco, presidente do Sindicato de Londrina.

Procure o Sindicato!

Segundo Felipe, os funcionários e funcionárias do BB que atuam na base territorial de Londrina e que foram atingidos pelo descomissionamento devem procurar o Sindicato e trazer cópias de documentos que comprovem o exercício de função gratificada, além de cópias das páginas da Carteira de Trabalho que tenham os dados pessoais, Contrato de Trabalho com o banco e anotações de mudança de função.

“De posse desses documentos o Sindicato irá requerer à Justiça o cumprimento da liminar para que os funcionários e funcionárias do BB possam voltar a receber a gratificação de função cortada ilegalmente pelo banco”, explica.

Para obter mais informações entre em contato com o Sindicato de Londrina pelo telefone (43) 3372-8787.

Acesse a íntegra do processo utilizando o seguinte número: RTOrd 0000887-18.2017.5.09.0129.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE