Sindicato se reúne com o Banco do Brasil para discutir assédio

Zoraide Sanches, diretora de Saúde do Sindicato de Apucarana (à esq.), levantou os problemas junto ao Banco do Brasil em reunião realizada na Gepes Zoraide Sanches, diretora de Saúde do Sindicato de Apucarana (à esq.), levantou os problemas junto ao Banco do Brasil em reunião realizada na Gepes
terça-feira, 20/03/2018

O Sindicato de Apucarana verificou uma série de problemas que estão os funcionários e funcionários nas agências do Banco do Brasil de sua base territorial que dizem respeito à prática de assédio moral e cobrança inadequada de metas.

Como esse tido de conduta de gestores está provocando o adoecimento no quadro, a diretora de Saúde da entidade, Zoraide Sanches, juntamente com o secretário de Saúde e Condições de Trabalho da Fetec-CUT/PR, Ademir Vidolin, se reuniu no dia 16 de março com a Gepes, em Curitiba, para requerer providências.

“Estamos intercedendo junto ao banco para solucionar os conflitos há mais de seis meses, mas só agora foi possível agendar esse encontro com a Gepes”, explica Zoraide, afirmando que durante a reunião foi ressaltada a urgência de medidas a serem feitas pelo BB para preservar a saúde dos funcionários e funcionárias.

Os representantes do banco se comprometeram a encaminhar as demandas para a área competente e agendaram novo encontro com o Sindicato de Apucarana no dia 6 de abrir com o objetivo de apresentar respostas.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE