Reunião com Regional do Banco do Brasil discute situação das agências da base

O Sindicato de Londrina discutiu o PAQ e demandas das agências da base na reunião com a Regional do BB O Sindicato de Londrina discutiu o PAQ e demandas das agências da base na reunião com a Regional do BB
sexta-feira, 05/01/2018

A presidente do Sindicato de Londrina, Regiane Portieri, a secretária Geral, Gisa Bisotto, e o secretário jurídico, Wanderley Crivellari, estiveram reunidos com o superintendente Regional do Banco do Brasil nesta sexta feira (5/01) para discutir demandas locais e os efeitos do PAQ (Programa de Adequação de Quadros), lançado pelo banco.

“Sobre este último ponto muitas perguntas que temos estão sem respostas. O BB mais uma vez lança este programa que prevê o desligamento de funcionários dos seus quadros, sem qualquer negociação com as representações dos trabalhadores”, critica Gisa Bisotto.

Nesta nova etapa da reestruturação no BB, ocorrerão cortes de vagas em muitas agências pelo País e ao mesmo tempo estão sendo criados Escritórios Digitais, com a abertura de novas vagas em algumas agências. Porém ainda não é possível ter o panorama sobre o que de fato ocorrerá.

“O Sindicato orienta que os colegas se informem pelos materiais do banco sim, mas também pelos do Sindicato e encaminhem suas dúvidas para que possamos negociar com o BB e obter respostas”, orienta Gisa.

Boa notícia

Uma boa notícia anunciada durante a reunião com a Regional de Londrina foi a volta do atendimento com numerário na agência da Avenida Saul Elkind, na qual o banco havia suspendido este serviço há meses.

Segundo informou a Regional, a agência ainda passará por alterações de segurança e voltará a prestar o atendimento por completo, mas sem data para que isso venha ocorrer.

“O Sindicato tem colhido assinaturas de clientes e usuários em abaixo assinado pelo não fechamento de agências na cidade e região, e também pela manutenção dos serviços de caixa nas agências do BB”, destaca a presidenta do Sindicato de Londrina, Regiane Portieri.

De acordo com ela, esta mobilização junto à sociedade em defesa do Banco do Brasil começa a surtir efeitos.

Outro assunto discutido com o banco foi a situação da agência de Porecatu. Foi informado que a reforma foi autorizada e deve estar concluída até o mês de março. 

Acompanhe as notícias do Banco do Brasil no perfil do facebook: AcordaBBLdna.

COMPARTILHE