Sindicato protesta contra redução de postos de trabalho no CCB

Sindicato critica o enxugamento de quadro no CCB, que agora ficou com apenas três funcionários em Londrina Sindicato critica o enxugamento de quadro no CCB, que agora ficou com apenas três funcionários em Londrina
quarta-feira, 19/10/2016

A agência do CCB (China Construction Bank) é alvo hoje (19/10) da Operação “Demitiu, Parou”, a segunda deste ano realizada pelo Sindicato de Londrina naquela unidade.

Regiane Portieri, presidenta do Sindicato de Londrina, afirma que em no mês de junho o banco havia desligado um dos cinco bancários e bancárias da agência local e agora efetuou mais um corte.

“Dessa vez, o CCB demitiu um bancário com mais de 15 anos de banco e precarizou ainda mais o atendimento, bem como as condições de trabalho, porque a agência de Londrina agora tem apenas três pessoas para dar conta da demanda”, denuncia.

Para Regiane, é um absurdo manter todos os serviços de um banco com tão poucos postos de trabalho, levando em conta que os funcionários precisam almoçar, tirar férias e, eventualmente, sair de licença para tratar da saúde, mas não tem quem os substitua.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE