Banco fecha agências em cidades da base de Londrina

Primeiro de Maio perdeu uma das agências do Bradesco Primeiro de Maio perdeu uma das agências do Bradesco
quinta-feira, 13/07/2017

Comunicado na porta da agência em Primeiro de Maio informa clientes e aposentados da transferência dos serviços para outra unidade

O Bradesco iniciou nos últimos dias um processo de fechamento de agências em pequenos municípios da base territorial do Sindicato de Londrina.

Em Jaguapitã e Primeiro de Maio, onde havia sobreposição de agências do Bradesco e do antigo HSBC, uma das unidades foi fechada. O Posto de Atendimento da cidade de Guaraci também teve as atividades encerradas.

“Esse processo de fusão e fechamento de agências é mais um reflexo da aquisição do HSBC pelo Bradesco, que já resultou no corte de 19 funcionários em nossa base no primeiro semestre deste ano. Estaremos acompanhando essa situação e defendendo o emprego de bancários e bancárias, ainda mais nesse momento em que o banco lança um PDV”, afirma Regiane Portieri, presidenta do Sindicato de Londrina.

De acordo com o jornal Valor Econômico, o Bradesco fechou 192 agências no primeiro trimestre deste ano. Perguntado pelo jornal a respeito disso, o vice-presidente responsável pela rede de atendimento, Josué Pancini, informou que a tendência era esse movimento continuar.

Conforme informou o Valor, o Bradesco tinha 5.122 agências ao fim de março, incluindo as oriundas da aquisição do HSBC.

COMPARTILHE