Agência do Bradesco em Wenceslau Braz é alvo da Operação "Demitiu, parou"

Diretores do Sindicato de Arapoti protestam contra a rotatividade no Bradesco em Wenceslau Braz Diretores do Sindicato de Arapoti protestam contra a rotatividade no Bradesco em Wenceslau Braz
terça-feira, 25/07/2017

A agência do Bradesco em Wenceslau Braz está sendo alvo hoje (25/07) da Operação “Demitiu, Parou”, organizada pelo Sindicato de Arapoti em protesto contra a demissão do gerente da unidade.

Heber Panichi, diretor do Sindicato de Arapoti, afirma que o bancário tem 30 anos de serviços prestados ao banco e foi demitido sem justa causa no momento em que está aberto o PDVE (Plano de Demissão Voluntária Especial), lançado no último dia 13 de julho.

“É uma falta de respeito dispensar um funcionário com tantos anos de trabalho e que está pensando na aposentadoria. Não resta dúvida de que isso faz parte da política da rotatividade, como forma que o Bradesco procura aumentar ainda mais seus lucros”, critica Heber.

Em reunião realizada no último dia 20, a COE (Comissão de Organização dos Empregados) solicitou ao Bradesco que nenhum funcionário ou funcionária em condições de aderir ao PDVE fosse demitido e que os dispensados nos últimos dias tenham direito aos benefícios que estão sendo oferecidos por este Plano.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE