Banco lucra R$ 8,99 bilhões nos seis primeiros meses deste ano

Lucro de R$ 4,528 bilhões, obtido no segundo trimestre, foi o maior da história do Bradesco Lucro de R$ 4,528 bilhões, obtido no segundo trimestre, foi o maior da história do Bradesco
quinta-feira, 26/07/2018

Em balanço divulgado nesta quinta-feira (26/07), Bradesco revela que obteve lucro líquido de R$ 8,99 nos seis primeiros meses de 2018, o que representa alta de 15,77% na comparação com o mesmo período de 2017.

No segundo trimestre, o lucro líquido foi de R$ 4,528 bilhões. De acordo com dados da consultoria Economatica, este foi o melhor resultado nominal (sem considerar a inflação) já registrado pelo segundo maior banco privado do País. Até então, o melhor resultado tinha sido o do 2º trimestre de 2015 (R$ 4,473 bilhões).

O balanço mostra também que o lucro líquido recorrente (que desconsidera efeitos extraordinários) foi de R$ 5,161 bilhões no 2º trimestre, alta de 9,7% em relação ao mesmo período de 2017 (R$ 4,704 bilhões).

O destaque neste desempenho do Bradesco foi a alta de 23,8% no resultado de seguros e em menores despesas com provisões para calotes. Já as receitas com tarifas chegaram a R$ 8,12 bilhões, apontando um avanço de 8,3% em 12 meses, destacou a agência Reuters.

A inadimplência superior a 90 dias, por sua vez, recuou para 3,9%, ante 4,9% no final de março. As despesas do banco com provisões para perdas esperadas com inadimplência, incluindo baixas contábeis de ativos e subtraindo receitas com recuperação de crédito, foi 36,1% menor do que em igual etapa de 2017, recuando para R$ 3,44 bilhões.

A rentabilidade sobre o patrimônio líquido, que mede como um banco remunera o capital de seus acionistas, foi de 18,4% no período ante 18,6% no trimestre anterior.

Fonte: Globo.com

COMPARTILHE