LONDRINA

Protesto do Sindicato denuncia assédio moral no Bradesco

A manifestação afetou as agências Centro, Empresas e Prime no Centro de Londrina A manifestação afetou as agências Centro, Empresas e Prime no Centro de Londrina
quarta-feira, 30/10/2019

Na reunião com os funcionários do Bradesco, o Sindicato destacou que produtividade se conquista com valorização do quadro e não com truculência

Dirigentes do Sindicato de Londrina realizaram manifestação na manhã desta quarta-feira (30/10) no prédio do Bradesco localizado no Calçadão, esquina com a Rua Pernambuco, em protesto contra a prática de assédio moral contra os funcionários.

De acordo com Valdecir Cenali, diretor do Sindicato de Londrina e representante do Vida Bancária na COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Bradesco, diversas reclamações têm sido recebidas dos bancários e bancárias sobre a forma como está sendo cobrado o cumprimento de metas, sempre mediante ameaças e intimidações, gerando, às vezes situações, constrangedoras.

“Não podemos aceitar atitudes desse nível. Sabemos que existem cobranças por metas, mas a nosso ver isso deve ser feito com moderação e respeito aos funcionários, que a cada dia estão mais sobrecarregados de serviços”, argumenta.

Valdecir afirma que além do protesto foi realizada reunião com o Regional do Bradesco para exigir providências no sentido de garantir um ambiente de trabalho saudável para todos.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE