Reunião na Caixa em Wenceslau Braz convoca empregados para a Campanha 2018

Carlos /Roberto de Freitas, presidente do Sindicato de Arapoti, ressaltou a importância de construir uma forte mobilização este ano para impedir retrocessos nos direitos Carlos /Roberto de Freitas, presidente do Sindicato de Arapoti, ressaltou a importância de construir uma forte mobilização este ano para impedir retrocessos nos direitos
quinta-feira, 10/05/2018

Os encontros nas agências da base de Arapoti convocam
a categoria para as atividades da Campanha deste ano

O Sindicato de Arapoti prossegue com reuniões na base territorial da entidade com o objetivo de construir uma forte mobilização na Campanha Nacional Unificada 2018.

Nesta quarta-feira (9/05), a atividade foi realizada na agência da Caixa Econômica Federal em Wenceslau Braz.

Carlos Roberto de Freitas, presidente do Sindicato de Arapoti, afirma que foram dados informes a respeito das propostas aprovadas na 20ª Conferência Estadual dos Bancários e sobre questões específicas da Caixa.

“Ressaltamos que nossa capacidade de mobilização este ano será decisiva para garantir a manutenção dos direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho, que podem ser retirados pelos bancos se não fizermos nada para impedir a aplicação da reforma trabalhista”, relata Carlos.

Ele lembra que os bancos apoiaram a nova legislação, participando do lobby que levou o Congresso Nacional a aprovar mudanças em mais de 100 artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) em tempo recorde e sem ao menos debater com as entidades sindicais o que isso representa para a Classe Trabalhadora.

“São inúmeros os retrocessos possíveis de ocorrer se as empresas começarem a aplicar a reforma, que vão desde a alteração na jornada de trabalho, parcelamento das férias e a ampliação da terceirização”, aponta.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE