Contraf-CUT participa do Fórum Nacional de Condições de Trabalho

Dirigentes da Contraf-CUT participaram do evento na Caixa e cobraram a ampliação do debate sobre a saúde dos empregados em todo o País Dirigentes da Contraf-CUT participaram do evento na Caixa e cobraram a ampliação do debate sobre a saúde dos empregados em todo o País
quinta-feira, 21/06/2018

A Contraf-CUT participou na terça-feira (19/06), em Brasília, do Fórum Nacional de Condições de Trabalho da Caixa Econômica Federal, realizado no Prédio Matriz 2.

Os representantes dos empregados e empregadas cobraram a implementação dos fóruns regionais para debater soluções, como conflitos no ambiente de trabalho, assédio moral, falta de empregados nas unidades, problemas estruturais e de segurança nas unidades e a cobrança abusiva de metas.

“O fim da sobrecarga, das metas abusivas, o combate ao assédio moral e ao descomissionamento arbitrário são reivindicações específicas dos bancários da Caixa, junto com a defesa dos direitos nessa Campanha Nacional 2018. Os fóruns devem ser efetivos e queremos que o banco pare com abusos sobre os trabalhadores. O Fórum Nacional deve construir uma oficina de promoção à saúde aos empregados da Caixa, para combater o adoecimento e suicídios”, declarou Fabiana Uehara Proschodlt, representante da Contraf-CUT na CEE (Comissão Executiva dos Empregados) da Caixa.

Na reunião, foi cobrada ainda que o Fórum Nacional discuta as pautas dos diversos segmentos: os de carreira profissional e os de carreira administrativa da Caixa.

A Caixa citou os programas que tem de promoção à saúde e se comprometeu a passar os dados e as informações necessárias para construir uma oficina de promoção à saúde conjunta entre trabalhadores e banco. “A luta dos empregados por saúde e condições de trabalho é uma das principais lutas dos empregados e foi eixo do 34º Conecef (Congresso Nacional dos Funcionários da Caixa) e passa também pela defesa do Saúde Caixa”, recordou Dionísio Reis, coordenador da CEE/Caixa.

Fonte: Contraf-CUT

COMPARTILHE