Reunião na Caixa discute reforma trabalhista e defesa dos bancos públicos

Reunião com empregados da Caixa em Apucarana analisou reflexos da reforma trabalhista nos direitos da categoria Reunião com empregados da Caixa em Apucarana analisou reflexos da reforma trabalhista nos direitos da categoria
quinta-feira, 23/11/2017

Dando sequência à mobilização contra o desmonte dos bancos públicos, a diretoria do Sindicato de Apucarana promoveu nesta quinta-feira (23/11) reunião com empegados da Caixa Econômica Federal, destacando a importância de todos aderirem à campanha nacional contra essa política do governo Michel Temer (PMDB).

Na oportunidade também foram feitos relatos a respeito de ações judiciais que a entidade está movendo contra a Caixa e uma apresentação a respeito dos reflexos da reforma trabalhista nos direitos da categoria bancária, destacando, dentre outros pontos, a jornada de trabalho, terceirização, intervalo para alimentação etc.

Maria Salomé Fujii, presidenta do Sindicato de Apucarana, afirma que o objetivo destas reuniões é apontar o que está por trás das ações encaminhadas por Temer.

“Essas reformas, assim como o congelamento do orçamento público por 20 anos e a privatização das estatais foram orquestradas por grandes grupos capitalistas, que estão ditando a política no Brasil para se apoderar do nosso patrimônio”, denuncia Salomé.

Para ela, a categoria não pode assistir calada a esse descalabro e precisa se unir ao conjunto da Classe Trabalhadora num movimento de resistência aos ataques desse governo ilegítimo.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE