Dia Nacional de Luta tem atividades em três agências da Caixa na base de Apucarana

Durante as atividades, dirigentes do Sindicato de Apucarana distribuíram informativo sobre ataques ao Saúde Caixa Durante as atividades, dirigentes do Sindicato de Apucarana distribuíram informativo sobre ataques ao Saúde Caixa
quinta-feira, 24/05/2018

Bancária da Caixa em Arapongas recebe o informativo
do Sindicato no Dia de Luta em Defesa do Saúde Caixa

O Sindicato de Apucarana realizou nesta quarta-feira (24/05) reuniões com empregados e empregados da Caixa Econômica Federal no Dia Nacional de Luta em Defesa do Plano de Saúde.

Foram realizadas atividades nas agências de Apucarana, Arapongas e de Jandaia do Sul, com distribuição de material com informações sobre as mudanças que estão sendo impostas pelo governo Michel Temer (MDB).

Entre outros ataques que estão sendo feitos está a alteração da forma de custeio do Plano pelo banco, que agora tem como limite dos gastos 6,5% das despesas com pessoal, já aprovada pelo Conselho de Administração.

“Esta mobilização é importante para impedir que o governo Temer precarize e inviabilize a utilização pelos empregados da ativa e aposentados dos serviços prestados por meio do Saúde Caixa. Com as mudanças, as contribuições deverão ficar mais caras para todos”, alerta José Roberto Brasileiro, presidente do Sindicato de Apucarana.

Segundo Brasileiro, outra preocupação dos representantes dos empregados e empregados é a falta de transparência nas contas do Plano, que em 2016 teve superávit de R$ 670 milhões, mesmo assim a direção do banco, a mando do governo, insiste em dizer, que o Saúde Caixa é deficitário.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE