Sindicato mobiliza população de Bandeirantes em defesa dos bancos públicos

Durante a atividade, dirigentes do Sindicato recolheram assinaturas da população no Projeto de Iniciativa Popular que pede anulação da reforma trabalhista Durante a atividade, dirigentes do Sindicato recolheram assinaturas da população no Projeto de Iniciativa Popular que pede anulação da reforma trabalhista
quinta-feira, 19/10/2017

Faixas em frente ao prédio da agência defendem a manutenção da Caixa 100% pública

O Sindicato de Cornélio Procópio realizou a agenda de quarta-feira (18/10), em defesa dos bancos públicos e Dia Nacional de Luta pela solução do contencioso trabalhista da Funcef (fundo de previdência complementar dos empregados da Caixa Econômica Federal) com atividade na cidade de Bandeirantes.

Na ocasião foram denunciados os clientes e usuários os riscos que o desmonte do banco oferece para o País, comprometendo importantes programas sociais desenvolvidos por meio da Caixa, como, por exemplo, o Minha Casa, Minha Vida, que serão deixados de lado se o governo Michel Temer (PMDB) levar em frente a privatização.

“A Caixa tem hoje 100% de seu capital nas mãos do governo e por isso tem um papel importante na condução de várias políticas sociais. Se passar parte de seu controle acionário para grupos privados tudo isso será jogado por terra, por que o interesse dos acionistas é único e exclusivamente voltado para a geração de lucros e dividendos cada vez mais altos”, aponta Divonzir Lemos Carneiro, diretor do Sindicato de Cornélio Procópio.

Os dirigentes do Sindicato também recolheram apoios de clientes e usuários da Caixa em Bandeirantes ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular que propõe a anulação da reforma trabalhista.

De acordo com Divonzir, a população recebeu muito bem esta campanha, entendendo que esta é uma forma de impedir que a nova legislação cortes diversos direitos da Classe Trabalhadora.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE