Assembleia em Curitiba aprova venda de sedes para equilibrar contas e fazer melhorias

A Assembleia reuniu cerca de 150 pessoas, representando o corpo de associados da AB em todo o País A Assembleia reuniu cerca de 150 pessoas, representando o corpo de associados da AB em todo o País
segunda-feira, 18/09/2017

Com a participação de cerca de 150 pessoas, foi realizada no sábado (16/09), em Curitiba, a Assembleia Geral da Associação Brasil, antiga Associação Bamerindus, para discutir propostas relacionadas a questões financeiras e a administração da entidade. Como a Associação ficou sem o repasse de recursos que eram feitos pelo HSBC, após os ativos do banco inglês no Brasil terem sido adquiridos pelo Bradesco, a situação financeira se agravou, por isso, foi deliberada na Assembleia a venda de algumas sedes subutilizadas.

“Esta é uma saída para equilibrar as contas e providenciar melhorias em outras sedes, viabilizando a construção de chalés, execução de reformas e desenvolvimento de atividades de lazer para os associados e associadas”, avalia Valdecir Cenali, diretor do Sindicato de Londrina

Segundo ele, diversos sócios da AB em Londrina e Região enviaram procuração a um representante que participou da Assembleia para defender seus interesses.

Em relação à administração da Associação, Valdecir afirma que foi aprovada a realização de uma análise no Estatuto para modernizar forma de administrar a entidade, com maior transparência e democracia.

Na assembleia ficou deliberado que algumas sedes com pouco uso será colocada a venda e também está sendo analisado a possibilidade de mudança no estatuto da AB para possíveis melhorias na forma de administração.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE