Protesto em Londrina critica demissão de bancária com 32 anos de banco

Com faixas estampadas na fachada, o Sindicato denunciou a falta de respeito do HSBC com trabalhadores brasileiros Com faixas estampadas na fachada, o Sindicato denunciou a falta de respeito do HSBC com trabalhadores brasileiros
quinta-feira, 23/06/2016

O Sindicato de Londrina realizou ontem (22/06) a Operação “Demitiu, Parou” na agência Shangri-la, do HSBC, em protesto contra a dispensa de uma funcionária com 32 anos de banco.

Valdecir Cenali, diretor do Sindicato de Londrina e representante do Vida Bancária na COE HSBC, afirma que essa demissão demonstra a forma como o banco inglês trata trabalhadores brasileiros.

“A bancária foi desligada sem maiores explicações. Isso é um exemplo da política de desvalorização do HSBC, que despede uma funcionária que dedicou uma vida inteira pela instituição e quando está prestes a se aposentar é descartada sem mais nem menos”, critica Valdecir.

Além disso, segundo ele, essa demissão ocorre no momento em que se está discutindo a manutenção dos empregos durante o processo de aquisição do controle acionário pelo Bradesco.

Por Armando Duarte Jr.

 

COMPARTILHE