Bancos iniciam pagamento da PLR de 2017

Bancos iniciam pagamento da PLR de 2017
terça-feira, 19/09/2017

A edição do Vida Bancária impresso deste semana traz uma boa notícia para a categoria, que é o atendimento, pela maioria dos bancos, do pedido feito pela Contraf-CUT para que seja antecipado o pagamento da primeira parcela da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) referente ao exercício de 2017.

O jornal lembra que o Banco do Brasil já efetuou o crédito no dia 31 de agosto aos funcionários e funcionárias, que o Bradesco fez o mesmo no último dia 15 e que esta semana é a vez do Santander e do Bradesco pagar este tão esperado direito, respectivamente nos dias 20 e22. No Safra, o pagamento ocorrerá na segunda-feira (25/09).

O Vida lembra que dos grandes bancos, infelizmente, só a Caixa Econômica Federal não atendeu ao apelo da Contraf-CUT e também não respondeu ao ofício enviado, não se manifestando em relação à antecipação da PLR. O prazo previsto na CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) para quitar a PLR é o dia 30 de setembro.

A PLR é uma conquista obtida junto aos bancos privados na Campanha Nacional de 1995 e em 2003 para o funcionalismo dos bancos públicos. Desde então foram obtidos diversos avanços nas regras, o pagamento da PLR Adicional e em alguns bancos têm outras formas de valorizar os bancários e bancárias pelo ótimo desempenho, como é o caso da PCR (Participação Complementar nos Resultados) do Itaú, e da PLR Social da Caixa.

 “Vale lembrar que os valores fixos da PLR deste ano foram reajustados pela inflação acumulada desde a última data base mais um por cento de aumento real, o que faz uma boa diferença para o bolso de todos”, salienta Regiane Portieri, presidenta do Sindicato de Londrina.

Leia no Box superior da Capa informação a respeito da incidência do Imposto de Renda Retido na Fonte na PLR. Valores recebidos até R$ 6.677,55 no mesmo ano estão isentos de pagar o Leão da Receita Federal. Acima disso o desconto é feito com base em uma tabela progressiva. Clique aqui para saber mais.

Por melhores condições de trabalho

Nas páginas centrais, a matéria principal relata a ação do Sindicato de Londrina na agência do Banco do Brasil em Primeiro de Maio, que garantiu a instalação de dois climatizadores de ar no local para amenizar o calor excessivo.

De acordo com Acácio dos Santos, diretor do Sindicato de Londrina, o aparelho de ar condicionado entra em pane constantemente e ninguém consegue ficar dentro do prédio quando isso ocorre. Para exigir solução do problema, a agência teve o expediente paralisado no dia 13/09 e o mesmo só foi retomado no dia seguinte mediante a instalação dos climatizadores.

Segundo informações da gerência do BB, até o dia 22 de setembro serão instalados mais quatro novos aparelhos de ar condicionado no prédio.

Box nesta matéria detalha a reunião de negociação entre a CEBB (Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil) com representantes da instituição, ocorrida dia 14 de setembro, e que tratou das mudanças da PSO (Plataforma de Suporte Operacional).

Os dirigentes sindicais criticaram o banco por impor a venda de produtos aos funcionários e funcionárias que atuam nos caixas, argumentando que isto aumenta as tarefas executadas nesta função, além de comprometer a segurança das operações.

Luta pelo emprego

A Operação “Demitiu, Parou”, feita n dia 13/09 pelo Sindicato de Londrina na agência 109, do Itaú, é o destaque na pág. 2 do Vida Bancária desta semana. O banco demitiu, sem justa causa, um gerente empresarial elevando para 11 o número de cortes registrados este ano na base territorial de Londrina.

O jornal traz também informações sobre a Assembleia da Associação Brasil, antiga Associação Bamerindus, que foi realizada no sábado (16), em Curitiba.

Os cerca de 150 associados e associados deliberaram pela venda de sedes subutilizadas para que o dinheiro seja aplicado em melhorias em outras sedes e no equilíbrio das finanças da entidade. Com a aquisição pelo Bradesco dos ativos do HSBC no País, o banco brasileiro deixou de fazer repasses para a Associação recreativa dos funcionários.

Reunião com a Caixa

O Programa de GDP (Gestão de Desempenho de Pessoas) foi tema de reunião realizada no dia 14 de setembro entre o Sindicato de Londrina e representante da Superintendência da Caixa Econômica Federal.

Dirigentes do Sindicato levantaram os diversos questionamentos que estão sendo feitos pelos empregados e empregadas em relação ao GDP, pois o programa engloba todas as funções gratificadas, incluindo caixas, avaliadores de penhor e assistentes, dentre outras.

A preocupação é  se este não vai ser mais um instrumento a ser utilizado pelo banco para cobrar o cumprimento de metas.

Ainda sobre a Caixa, o Vida divulga as atividades promovidas pelo Sindicato de Londrina em defesa da Caixa na última quarta-feira (13/09).

Foram realizadas reuniões com os empregados e empregadas da agência Nova Londres e de Cambé e distribuída Carta Aberta aos clientes e usuários, com informações a respeito do papel desenvolvido pelo banco público e os riscos que o desmonte apresenta para isso.

PLR United campeão do Futsal

Na pág. 4, o jornal divulga os resultados do Torneio Bancário de Futsal 2017, que foi conquistado pela equipe PLR United no sábado (16/09), após vencer por 1 x 0 o Bradesco Guaporé/10 de Dezembro, em partida disputada na APCEF, em Londrina

A terceira colocação da competição ficou com o Bradesco Bela Vista do Paraíso, que derrotou o BB Ta Lento pelo placar de 12 x 1.

Clique aqui para saber mais sobre a rodada final do Torneio de Futsal 2017.

Saiba ainda na pág. 4, como foi o Torneio Bancário de Truco, organizado pelo Sindicato de Londrina, que teve como campeã a dupla formada por Roberto Valério e Irineu Barrinuevo, funcionários do Bradesco em Londrina.

E na Coluna “Espaço para a Saúde” saiba quais são os benefícios da caminhada, atividade física de baixo impacto que se for praticada por 2,5 horas na semana pode melhorar a circulação sanguínea, reduzir o peso, espantar o estresse e controlar a ansiedade.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE