Vida Bancária destaca deliberações do Congresso da CUT/PR

Vida Bancária destaca deliberações do Congresso da CUT/PR
terça-feira, 20/06/2017

A edição nº 1.441 do Vida Bancária impresso traz como destaque de Capa as deliberações aprovadas durante o Congresso Extraordinário da CUT/Paraná, realizado nos dias 16 e17 de junho, em Foz do Iguaçu.

Os mais de 400 delegados e delegadas presentes ao evento discutiram as conjunturas econômica e política do País, com ênfase nas reformas da Previdência e das leis trabalhistas, para definir o Plano de Lutas para os próximos anos.

De acordo com Regiane Portieri, presidenta do Sindicato de Londrina, no Congresso foi ressaltada a necessidade de fortalecer a aliança entre os movimentos sociais para resistir e impedir a retirada de direitos que estão em risco com as reformas encaminhadas por Michel Temer (PMDB), com apoio da mídia comercial e dos grandes grupos econômicos.

“Estamos passando por um momento crítico na política brasileira e, mais do que nunca, precisamos realizar uma grande mobilização nacional no dia 30 para mostrar ao Congresso Nacional e ao governo que a Classe Trabalhadora não aceita a redução de nenhum direito”, avalia.

No Congresso da CUT/PR também foram aprovadas diversas Moções de Repúdio, dentre as quais uma que critica o governo Beto Richa (PSDB) pelo aumento nas tarifas da Sanepar, e eleitos os delegados que representarão o Estado no evento nacional, a ser realizado no mês de agosto, em São Paulo.

Baile dos 60 anos

No box superior da Capa do Vida uma nota alerta os bancários e bancárias interessados em participar do Baile dos 60 anos de fundação do Sindicato de Londrina precisam antecipar suas reservas, pois o número de convidados é restrito.

O convite individual custa R$ 120,00 e deve ser adquirido junto à Secretaria da entidade. O Baile será realizado no dia 25 de agosto no Iate Clube de Londrina, com animação da Banda Renasix e jantar preparado pelo Buffet Stylo.

Demitiu, Parou no Bradesco

Leia nas páginas centrais da edição desta semana o jornal faz um relato a respeito da Operação “Demitiu, Parou” realizada pelo Sindicato de Londrina no dia 14 de junho na agência do Bradesco localizada na Avenida Saul Elkind¸ nos Cinco Conjuntos.

O protesto foi motivado pela dispensa da gerente geral da unidade, que prestou serviços por vários anos ao banco e foi demitida sem qualquer justificativa. “Nem a experiência, muito menos a dedicação de anos ao trabalho são levados em conta nesta hora pelo Bradesco, que só pensa em reduzir custos operacionais, mandando mães e pais de família para o olho da rua com o único objetivo de ampliar ainda mais o lucro fácil”, critica Ana Claudia Ribeiro, diretora do Sindicato e representante do Vida Bancária na COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Bradesco.

O jornal divulga na pág. 2 a atividade promovida pelo Sindicato de Londrina no dia 12 de junho, Dia Nacional de Luta dos Funcionários do Santander. Na ocasião foi distribuído um jornal específico denunciando a forma como o banco espanhol trata bancários e clientes no Brasil e em outros países da América Latina.

Assembleias

O Vida desta semana também traz duas convocações de Assembleias Gerais da categoria que serão realizadas pelo Sindicato de Londrina na quarta-feira (21/06).

Uma delas, com início às 18h00, no Auditório do Sindicato, é específica dos funcionários e funcionárias do Banco Alfa para analisar e votar o Acordo Coletivo de regulamenta o Sistema Alternativo de Controle de Jornada de Trabalho.

A outra, com participação aberta a toda a categoria, a ser realizada a partir das 19h00, vai deliberar a respeito do indicativo de paralisação dos trabalhos nos bancos no dia 30/06¸ atendendo à convocação das Centrais Sindicais para mais uma Greve Geral contra as reformas e por Eleições Diretas Já.

Banco do Brasil

 A suspensão de novas adesões ao Plano de Associados, determinada pela ANS (Agência Nacional de Saúde)¸ levou a Contraf-CUT a entrar em contato com a Cassi para cobrar a regularização da caixa de assistência dos funcionários do Banco do Brasil.

Conforme informa o jornal, nesta terça-feira (20/06) a Contraf-CUT tem audiência com a ANS para solicitar esclarecimentos sobre a suspensão do Plano.

Funcef

A situação da carteira imobiliária da Funcef (previdência complementar dos empregados da Caixa Econômica Federal) está sendo questionada pela Fenae (associação nacional das associações de pessoal da Caixa).

A entidade quer esclarecimentos sobre o elevado investimento direcionado a este segmento, que representa 9,2% dos ativos do fundo de pensão, quando o limite imposto pela Previc (Secretaria de Previdência Complementar) é de 8%.

Mais segurança nos bancos

Na pág. 4, o Vida Bancária divulga os projetos de lei apresentados pelo vereador de Londrina, Ailton Nantes (PP), que buscam melhorar a segurança nas agências bancárias do município.

Uma das matérias propostas por ele estabelece a obrigatoriedade de os bancos manterem vigilância armada 24 horas por dia nas salas de autoatendimento.

O outro projeto propõe a proibição do uso de aparelhos celulares nas agências bancárias e postos de atendimento das instituições financeiras da cidade. O objetivo é combater o crime conhecido como ”saidinha de banco”.

Veja ainda como votar nas eleições para definir os representantes dos participantes da Fundação Itaú Unibanco nos Conselhos Deliberativo e Fiscal, bem como nos Planos de previdência complementar dos funcionários.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE