Jornal desta semana explica como fica o reajuste deste ano

Jornal desta semana explica como fica o reajuste deste ano
terça-feira, 27/06/2017

A edição nº 1.442 do Vida Bancária explica aos bancários e bancárias como ficará o reajuste salarial da categoria este ano, já que a CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) assinada com a Fenaban no ano passado estará em vigor até 31 de agosto de 2018.

A matéria de Capa do jornal explica que as cláusulas econômicas estão definidas na CCT e que no mês de setembro de 2017 os salários, demais verbas e a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) serão reajustadas com base na inflação medida pelo INPC/IBGE acumulada desde agosto de 2016 mais 1% de aumento real.

Apesar de a CCT ainda estar em vigor, Regiane Portieri, presidenta do Sindicato de Londrina afirma que é preciso manter a mobilização dos bancários e bancárias para avançar nas cláusulas sociais, em especial no que diz respeito à suspensão dos cortes nos bancos, lutar por melhores condições de trabalho, saúde e pelo fim das metas abusivas, dentre outros assuntos que podem ser negociados com os bancos.

“A prioridade nas negociações com a Fenaban é a questão do emprego, levando em conta o elevado número de fechamento de postos de trabalho no setor e a prática da rotatividade. Temos que lutar pelo fim das demissões em massa e por mais contratações para reverter os problemas resultantes das reestruturações realizadas pelos bancos”, defende.

Enrolando

Uma demonstração de que a mobilização se faz necessária e a falta de avanços na reunião de negociação realizada no dia 21 de junho, em São Paulo, entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban.

Na pág. 2 o Vida traz um relato deste encontro, no qual os representantes dos bancos insistem em fechar acordo num pacote que envolver propostas sobre centro de realocação (emprego), monitoramento de resultados (metas) e adiantamento emergencial (saúde.). Para o Comando, não tem como encerrar uma discussão dessas sem avaliar muito bem o que a Fenaban apresentou para que a categoria não saia prejudicada em questões de tanta relevância.

Nenhum direito a menos

O destaque nas páginas centrais é a mobilização dos Sindicatos de Apucarana, Cornélio Procópio e de Londrina em torno da construção da Greve Geral do dia 30 de junho contra as reformas da Previdência e das leis trabalhistas e por Eleições Diretas Já.

As entidades distribuíram material informativo apontando os principais riscos aos direitos que podem ser alterados e também denunciaram os parlamentares do Paraná que votaram contra a Classe Trabalhadora.

Apucarana

Leia também o resultado das eleições para representantes sindicais de base do Banco do Brasil e delegados sindicais da Caixa Econômica Federal na base do Sindicato de Apucarana. Os eleitos tomarão posse dia 1º de julho.

Ainda nas páginas 2 e 3 veja as chamadas para o 28º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil e o 33º Conecef (Congresso Nacional dos Empregados da Caixa), a serem realizados entre os dias 30/06 e 2/07 em São Paulo.

Nos dois eventos serão definidas as estratégias de luta dos funcionários destes dois bancos públicos federais contra o desmonte e propostas para as negociações específicas.

Em relação à Caixa, o jornal informa o fechamento de acordos pela CCV (Comissão de Conciliação Voluntária) do Sindicato de Londrina, no dia 22 de junho, que totalizaram cerca de 1,9 milhões em direitos recuperados relacionados ao Auxílio-alimentação pós-aposentadoria.

Clique aqui para ler mais detalhes.

Financiários

Da mesma forma do que a categoria bancária, os financiários também celebraram uma Convenção Coletiva em 2016 válida por dois anos. Por isso, este mês terão os salários reajustados em 4,38%, índice de contempla a inflação acumulada desde a última data base mais 1% de aumento real.

A mesma regra vale para a PLR, que deverá ser paga pelas empresas até o dia 30 de setembro.

Exterminadores de empregos

Matéria na pág. 4 do Vida Bancária revela que o Paraná ficou em segundo lugar em número de postos de serviços cortados pelos bancos entre janeiro e maio deste ano. A categoria perdeu 1.322 empregos em cinco meses, enquanto São Paulo fechou outros 2.804.

A Pesquisa do Emprego Bancário apurou que neste período o setor financeiro exterminou 9.621 vagas. Este número representa um aumento de 60,4% em comparação com os cortes feitos no mesmo período do ano anterior.

Leia também sobre o Torneio Integração, que será realizado no sábado (1º/07) no Country Club de Cornélio Procópio. O certame reunirá equipes representando os Sindicatos do Vida Bancária.

O tema da Coluna Espaço da Saúde desta edição é dor de cabeça. Saiba quais são os fatores responsáveis por gerar este problema que afeta pelo menos 63 milhões de brasileiros e dicas de prevenção.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE