Ofensiva da CUT contra as reformas é manchete do Vida desta semana

Ofensiva da CUT contra as reformas é manchete do Vida desta semana
terça-feira, 05/09/2017

O calendário de lutas aprovado na 15ª Plenária Nacional/Congresso Extraordinário da CUT, realizada entre os dias 28 e 31 de agosto, em São Paulo, é destaque na edição desta semana do Vida Bancária impresso.

Os mais de 700 delegados e delegadas presentes ao evento definiram a necessidade de mobilizar a Classe Trabalhadora contra as reformas trabalhista, previdenciária e, também contra o desmonte das empresas públicas que está sendo encaminhado pelo governo Michel Temer (PMDB).

A resistência já começa no dia 7 de setembro, como lançamento da campanha para recolher pelo menos 1,3 milhão de assinaturas necessárias para apresentar ao Congresso Nacional um Projeto de Lei de Iniciativa Popular que revogue a plataforma de retirada dos direitos trabalhistas. A intenção é aproveitar o 23º Grito dos Excluídos para buscar apoio da população contra as alterações feitas em mais de 100 artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e que entrarão em vigor no mês de novembro.

O calendário inclui também a realização, no dia 14/09 de um Dia Nacional de Luta em defesa dos empregos na indústria e nas estatais, e no dia 3/10 atos em defesa da Petrobras. Nesta data a empresa completará 64 anos de fundação.

Regiane Portieri, presidenta do Sindicato de Londrina, afirma que esta mobilização é fundamental para impedir o desmonte que Temer está promovendo nas empresas públicas, lembrando que o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal estão inseridos nessa operação de entrega do patrimônio dos brasileiros e brasileiras para grupos privados.

“Essa política vai devastar as empresas públicas, com efeitos muito ruins para toda a população. O ataque começou pela terceirização sem limites, avançou com a retirada de direitos trabalhistas e agora segue com o desmonte das mais importantes empresas públicas do País”, alerta Regiane.

Grito dos Excluídos

No box superior da Capa, o Vida convida a categoria a se engajar no 23º Grito dos Excluídos, na quinta-feira (7), que em Londrina terá uma concentração às 8h00, no Calçadão, onde era o antigo Coreto, na esquina da Rua Prefeito Hugo Cabral com Avenida Paraná.

O tema da tradicional manifestação do Dia da Independência para este ano é “Por mais direitos e democracia: a luta é todo dia” e lema “Vida em primeiro lugar!”

Defesa da Caixa

Matéria principal nas páginas centrais do jornal faz um relato da atividade realizada pelo Sindicato de Londrina no dia 30 de agosto na agência San Remo, dando continuidade à mobilização dos empregados, empregadas, clientes e usuários em defesa da manutenção da Caixa Econômica Federal 100% pública.

Na ocasião, dirigentes do Sindicato se reuniram com o pessoal da agência para ressaltar a importância de todos abraçarem este luta e distribuíram Carta Aberta à população com informações a respeito do papel da Caixa para a sociedade.

Leia na pág. 2  sobre mais uma Operação “Demitiu, Parou”, promovida pelo Sindicato de Londrina no Bradesco em defesa dos empregos. No último dia 30, a agência Nova Londrina foi alvo de protesto pela dispensa de um funcionário oriundo do HSBC que tinha mais de oito anos de serviços prestados ao banco e atuava como gerente prime.

Este ano o Bradesco já demitiu 20 bancários e bancárias que eram lotados na base territorial de Londrina.

1ª Parada LGBT de Londrina

O Vida Bancária também tem informações sobre a 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina, realizada no domingo (3/09), com a participação de mais de 5 mil pessoas.

Para o ex-diretor do Sindicato de Londrina, Jair Sambudio, membro da organização da Parada, este foi um marco histórico na luta contra a discriminação existente na cidade. "Este evento rompe com preconceitos e se afirma como agenda cultural para Londrina, no qual, de forma organizada e séria, mostra nova forma de expressar o amor, a cultura, os direitos e o combate à LGBTfobia", avalia Jair.

Pagamento da PLR no BB

Na pág. 3, o jornal informa recebimento pelos funcionários do Banco do Brasil da primeira parcela da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) referente a 2017.

O pagamento foi feito no dia 31/08 e pegou todos de surpresa, pois o banco costuma seguir as regras do Acordo Coletiva, que estabelecem o crédito 10 dias úteis depois de feita a distribuição dos dividendos aos acionistas.

Ainda em relação ao BB, o Vida divulga denúncia feita pelo Sindicato do Rio de Janeiro da contratação, sem licitação, da empresa Falconi Consultores de Resultado para preparar o desmonte do banco público.

A consultoria tem em seu Conselho Administrativo o banqueiro Pedro Moreira Salles, que é presidente do Conselho de Administração do Itaú Unibanco e presidente do Conselho Diretor da Febraban.

Dia da Categoria Bancária

O destaque na pág. 4 é a homenagem feita pelo Sindicato de Londrina aos bancários e bancárias pela passagem do dia 28 de Agosto, Dia da Categoria Bancária. Este ano, foi distribuído um porta cartões com a logomarca dos 60 anos do Sindicato.

Veja também os resultados da primeira rodada do Torneio Bancário de Futsal 2017, realizada no sábado (2/09) no Ginásio da APCEF, em Londrina. O certame está sendo disputado no sistema de pontos corridos, tem quatro equipes participando e será encerrado no dia 16 de setembro.

A Coluna Espaço para a Saúde desta edição aborda a ida do Coletivo de Saúde da Contraf-CUT ao Ministério Público do Trabalho, no dia 22 de setembro, em Brasília, para buscar a intermediação do órgão no sentido de conseguir que os bancos apresentem informações sobre os casos de adoecimentos registrados na categoria.

Apesar de isto estar previsto na CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), a Fenaban não tem repassado ao movimento sindical as informações necessárias para analisar as causas dos afastamentos, bem como exigir providências dos bancos para conter os problemas que afetam a saúde dos bancários e bancárias.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE