Quadrilha ataca Bradesco e Sicredi em Santa Amélia

Agência da Sicredi ficou parcialmente destruída com as explosões Agência da Sicredi ficou parcialmente destruída com as explosões
sexta-feira, 02/12/2016

Bandidos atiraram na porta de vidro do Bradesco para chegar até o caixa eletrônico

Utilizando o mesmo “modus operandi” da ação ocorrida na quinta-feira (1º/12), em Wenceslau Braz, uma quadrilha de assaltantes de banco atacou na madrugada de hoje as agências do Bradesco e Sicredi em Santa Amélia, município do Sindicato de Cornélio Procópio.

Os bandidos chegaram à cidade por volta das 3h00 e se dirigiram para o destacamento da Polícia Militar, onde dispararam vários tiros, sem, no entanto, atingir nenhum dos policiais.

Em seguida eles foram para o Bradesco e a Sicredi e estouraram os caixas eletrônicos com dinamites. Durante a ação foram feitos novos disparos para espantar as pessoas.

Policiais de outras cidades foram acionados, mas encontraram dificuldades para chegar até Santa Amélia a tempo de capturar a quadrilha, pois tinha muito pregos nas estradas. Eles fugiram em uma caminhonete Hilux cor vermelha rumo à BR-369.

Segundo Elizeu Marcos Galvão, presidente do Sindicato de Cornélio Procópio, devido à força das explosões, as agências ficaram bastante destruídas e não abriram nesta sexta-feira.

“Esses ataques acabam com a tranquilidade das populações das cidades atingidas e demonstram que é preciso fazer algo para conter essa violência. Os bancos têm que investir mais em segurança, mas o governo do Estado também sua parcela de culpa nisso, porque o número de policiais no interior é muito pequeno para enfrentar os bandidos e com isso acabam ficando acuados, como tem ocorrido nos últimos tempos”, argumenta Elizeu.

Esta semana ocorreram quatro ataques a banco nas bases do Vida Bancária. A primeira foi na agência da Caixa em Sertanópolis, depois na agência do banco localizada em Wenceslau Braz e nesta sexta-feira os dois registrados em Santa Amélia.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE