Agência 109 volta a ser alvo de protesto do Sindicato de Londrina

Dirigentes do Sindicato de Londrina voltam a protestar em defesa dos empregos na agência 109, do Itaú Dirigentes do Sindicato de Londrina voltam a protestar em defesa dos empregos na agência 109, do Itaú
terça-feira, 19/09/2017

Nesta terça-feira (19/09), o Sindicato de Londrina está promovendo mais uma Operação “Demitiu, Parou” na principal agência do Itaú no interior do Estado do Paraná.

O protesto está sendo realizado na agência 109, pela segunda vez em uma semana, em função da dispensa, sem justa causa, de uma funcionária da área empresarial, que há pouco tempo retornou da Licença-maternidade.

“Essa política do banco não respeita ninguém e nem nada. A alegação para demitir esta bancária foi a mesma apresentada na semana passada: performance”, conta Kelly Menegon diretora do Sindicato de Londrina e representante do Vida Bancária na COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Itaú..

E essa tal de “performance”, segundo Kelly, não significa que eles não atingiram as metas, é um novo modelo para dispensar pessoal e não revelar a verdadeira intenção dessa medida.

Regiane Portieri, presidenta do Sindicato de Londrina, afirma que este ano o Itaú já mandou para o olho da rua 12 bancários e bancárias que atuavam na base territorial da entidade.

”Em busca de lucros cada vez mais exorbitantes, o banco é um verdadeiro exterminador de empregos bancários. No ano passado foi campeão em nossa base, com 29 dispensas, e este ano está em segundo lugar na lista dos bancos que mais demitem, que tem o Bradesco na frente, com 21 cortes de bancários e bancárias em 2017”, compara.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE