Debate dia 4/09 em Londrina aborda conjuntura do País e reformas

Debate dia 4/09 em Londrina aborda conjuntura do País e reformas
sexta-feira, 01/09/2017

As Pastorais da Igreja Católica, em conjunto com entidades e movimentos sociais e populares de Londrina, estão organizando o 23º Grito dos Excluídos, tradicional protesto realizado no feriado de 7 de Setembro em todo o País.

Para ampliar os debates em torno do Grito deste ano, que tem o tema “A Vida em Primeiro Lugar” e o lema “Por Direitos e Democracia a Luta é todo Dia”, o diretor do Sindicato de Apucarana e professor de Economia, Antonio Pereira da Silva, vai falar sobre a conjuntura econômica e política do País e as reformas que estão sendo encaminhadas pelo governo de Michel Temer (PMDB).

O evento será realizado na segunda-feira (4/09), às 19h00 no Centro de Pastoral Jesus Bom Pastor, localizado na Rua Dom Bosco, 145, na Zona Leste de Londrina.

O diretor do Sindicato de Londrina e membro da organização do debate, João Antonio da Silva Neto, afirma que o objetivo é alertar a sociedade para os riscos que apresentam o projeto de governo de Temer, com ataques aos direitos da Classe Trabalhadora, das minorias e, também, em relação ao desmonte dos serviços sociais.

“É um ataque planejado por grandes grupos econômicos que retira direitos trabalhistas, congela por 20 anos os investimentos destinados aos serviços públicos de saúde, educação, saneamento, dentre diversos outros, e que agora pretende dificultar a aposentadoria de milhões de trabalhadores e trabalhadoras brasileiros”, aponta João, convocando bancários e bancárias a participarem deste debate e também do Grito dos Excluídos como forma de demonstrar descontentamento contra os rumos que o País está tomando.

A concentração para o 23º Grito dos Excluídos em Londrina será as 8h00 no Calçadão, na esquina da Rua Hugo Cabral, onde havia o antigo Coreto.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE