População se revolta contra aumento abusivo do IPTU em 2018

Protesto no Calçadão no sábado (13/01) reuniu cerca de 3 mil pessoas - Foto: Ivo Ayres Protesto no Calçadão no sábado (13/01) reuniu cerca de 3 mil pessoas - Foto: Ivo Ayres
segunda-feira, 15/01/2018

Os contribuintes de Londrina estão revoltados com os novos valores do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e da Coleta de Lixo, lançados este ano pela gestão do prefeito Marcelo Belinati (PP), com aumentos que em alguns casos foram superiores a 400%.

A alta no imposto foi aprovada em setembro de 2017 pela Câmara de Vereadores em regime de urgência para que entrasse em vigor este ano, sem que fosse feito um debate mais aprofundado sobre a questão.

A alegação do prefeito é que há 16 anos a planta de valores das propriedades não era atualizada, provocando assim desequilíbrio nas contas do município.

Em relação à Coleta de Lixo, a Prefeitura argumenta que o serviço vinha sendo subsidiado, exigindo o desvio de cerca de R$ 29 milhões de recursos que poderiam ser destinados para outras áreas.

Com a chegada dos carnês em suas residências, a população se deu conta do tamanho do aumento, sem saber ainda o que será do IPTU nos próximos anos, já que a atualização da planta será feita gradativamente até 2024, passando dos atuais 0,6% para 1% do valor venal da propriedade.

Protestos

No sábado (13/01), cerca de 3 mil pessoas se reuniram no Calçadão de Londrina para protestar contra os valores exorbitantes do IPTU e da taxa de Coleta de Lixo.

Com faixas e cartazes, os contribuintes pediram a saída do prefeito Belinati do cargo e criticaram os vereadores que votaram a favor do aumento. Nesta segunda-feira (15), os protestos voltaram a ocorrer em frente ao prédio da Prefeitura. Os manifestantes queriam ser recebidos pelo prefeito para discutir o IPTU.

A mobilização também ocorre nas Redes Sociais e a intenção dos contribuintes descontentes com a cobrança exagerada é não pagar o IPTU de 2018 para pressionar as autoridades a rever essa medida.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE