Assembleia Geral aprova balanço contábil do Sindicato de 2017

Associados presentes aprovaram por unanimidade a Prestação de Contas do Sindicato de Londrina Associados presentes aprovaram por unanimidade a Prestação de Contas do Sindicato de Londrina
segunda-feira, 02/07/2018

A Assembleia Geral Ordinária do Sindicato de Londrina, realizada na sexta-feira (29/06), no Auditório Joaquim Borges Pinto, da Sede Administrativa da entidade, aprovou a Prestação de Contas referente ao exercício financeiro de 2017.

Bancários e bancárias presentes tiveram acesso aos dados sobre receitas, despesas e os investimentos feitos pela diretoria no ano passado.

O presidente do Sindicato de Londrina, Felipe Pacheco, afirma que a política de transparência nas contas, adotada a partir de 1985 na entidade, será mantida pela nova gestão em respeito aos associados e associadas, que são responsáveis pela sustentabilidade das lutas dos bancários de Londrina e Região.

“Já aprovamos índice zero para a Taxa Assistencial deste ano, como vem sendo feito nos últimos 20 anos, porque nosso entendimento é de que o Sindicato deve ser administrado com as receitas advindas das mensalidades pagas voluntariamente pelos bancários e bancárias, conscientes da necessidade e importância da ação sindical”, ressalta.

Felipe orienta quem ainda não é sindicalizado a procurar diretores do Sindicato ou a entrar em contato com a Secretaria para se filiar, pois sem organização todas as conquistas da categoria poderão ser perdidas caso não haja forma suficiente para impedir que os bancos apliquem a reforma trabalhista.

“Além disso, o Sindicato oferece uma série de vantagens aos filiados, como atendimento jurídico, auxílio para as questões de saúde, cursos de qualificação profissional, convênios diversos com escolas, clínicas, dentistas e outros, bem como a utilização da Chácara 28 de Agosto, que fica em Sertaneja e tem uma ampla área de lazer à disposição dos bancários e seus dependentes”, aponta.

Clique aqui para ver fotos da infraestrutura disponível na Chácara.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE