LONDRINA

Coleta de assinaturas contra a reforma da Previdência prossegue hoje (11), no Calçadão

A coleta de assinaturas em defesa da aposentadoria ocorreu na sexta-feira (10/05) em Cambé A coleta de assinaturas em defesa da aposentadoria ocorreu na sexta-feira (10/05) em Cambé
sábado, 11/05/2019

Já foram conseguidas mais de 2 mil assinaturas contra a aprovação da PEC 6/2019 em Londrina e Cambé

Se a tramitação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 6/2019 tramita a toque de caixa na Câmara dos Deputados, a mobilização da Classe Trabalhadora não pode parar.

Por isso, o Sindicato de Londrina e a Fetec-CUT/PR (Federação dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito do Paraná) voltam ao Calçadão neste sábado (11/05) para colher assinaturas da população contra essa reforma.

A atividade está sendo realizada em frente ao prédio central do Banco do Brasil no Calçadão.

Geraldo Fausto dos Santos (Ceará), diretor da Fetec-CUT/PR, afirma que já foram conseguidas mais de 2 mil assinaturas em Londrina e em Cambé, demonstrando que as mudanças nas regras da aposentadoria estão sendo rejeitadas pelos brasileiros e brasileiras.

“Esse documento está rodando o País e vamos entrega-lo aos deputados e senadores para mostrar que a sociedade não aceita o fim da Previdência Pública e que não concorda com os falsos argumentos utilizados pelo governo de que existe rombo no sistema”, argumenta Ceará.

Segundo ele, a proposta do governo Bolsonaro não tem um ponto sequer que trata do combate à sonegação ou mesmo para cobrar as dívidas de mais de R$ 450 bilhões que os bancos e grandes empresas devem para a Previdência.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE