REFORMA DA PREVIDÊNCIA

É hora de pressionar deputados da Comissão Especial para rejeitar a PEC 6/2019

É hora de pressionar deputados da Comissão Especial para rejeitar a PEC 6/2019
sábado, 11/05/2019

Trabalhadores e as trabalhadoras de todo País podem ajudar na luta em defesa da aposentadoria, contra a reforma da Previdência do governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Além das mobilizações de rua, que estão sendo realizadas pelas entidades sindicais em todo o País, além da Greve Geral convocada pela CUT e demais Centrais, para o dia 14 de junho, a pressão para defender a aposentadoria da Classe Trabalhadora também pode ser feita por meio da ferramenta digital de participação social, política e cidadã Na Pressão.

Veja abaixo a lista com o nome de cada parlamentar da Comissão Especial que analisa a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 6/2019, que estabelece a reforma da Previdência, clicando no nome do/a deputado/a e faça sua pressão. É fácil, simples e rápido. A mensagem já está escrita, é só enviar.

A PEC 6/2019, da reforma da Previdência, de Bolsonaro, se for aprovada, vai destruir a aposentadoria do povo brasileiro. A PEC acaba com a aposentadoria por tempo de contribuição e institui a obrigatoriedade da idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres, aumenta o tempo mínimo de contribuição de 15 para 20 anos e altera as regras especiais de trabalhadores e trabalhadoras rurais e professores.

Querem roubar sua aposentadoria

O mote da campanha do na “Na Pressão” é "Querem Roubar Sua Aposentadoria" e você, trabalhador ou trabalhadora, pode escolher quem e como pressionar.

O cidadão escolhe se quer pressionar deputados que são a favor de destruir sua aposentadoria, ou seja, querem aprovar a PEC; ou um parlamentar que ainda está indeciso. Se quiser, pode agradecer os que são contra a reforma, ou seja, não admitem o fim da aposentadoria da Classe Trabalhadora.

O Paraná tem na Comissão Especial os Felipe Francischini (PSL), Filipe Barros (PSL), Paulo Eduardo Martins (PSC) e Reinhold Stephanes Junior (PSD) que já se declararam favoráveis à aprovação da reforma da Previdência.

A pressão pode ser feita por meio do WhatsApp, Facebook, Twitter ou por e-mail.

“É muito importante participar de todas as mobilizações de rua chamadas pela CUT, como o próximo dia 15 de maio e o 14 de junho, mas a pressão virtual pode ser feita toda hora, todo dia, pelo celular, tablet ou computador”, diz o secretário de Comunicação da CUT, Roni Barbosa.

Roni lembra, ainda, que vale a pressão feita pessoalmente nos aeroportos, bases dos parlamentares ou em qualquer evento nos quais eles estejam presentes.

Acesso da plataforma tem crescido

Um dia após o lançamento do “Na Pressão”, no dia 1º de maio, as visualizações da plataforma tiveram quase 15 mil acessos. Vários sites e blogs divulgaram a plataforma de pressão para barrar a reforma da Previdência, que acaba com a aposentadoria de milhões de trabalhadores, entre eles a Revista Fórum, o site do PT e do Sindicato dos Bancários de São Paulo, o Viomundo e a Rede Brasil Atual, além de portais da mídia comercial, como Estadão e UOL, entre outros.

Em 10 dias no ar, a plataforma já teve quase 100 mil visualizações e a maior pressão foi feita nos parlamentares indecisos pelo WhatsApp, em especial os deputados do Cidadania, antigo PPS, como Marcelo Calero (RJ), Arnaldo Jardim (SP) e Daniel Coelho (SP). 

O parlamentar favorável à destruição da aposentadoria mais pressionado foi Tiririca (PR-SP), mais conhecido pela população por sua atuação como palhaço do que como deputado, que nas campanhas dizia que defenderia os interesses dos trabalhadores como ele.

Entre nesta luta para garantir uma aposentadoria digna!

A favor da reforma da Previdência

Alexandre Frota - PSL/SP

Arthur Oliveira Maia - DEM/BA

Beto Pereira - PSDB/MS

Bilac Pinto - DEM/MG

Capitão Alberto Neto - PRB/AM

Cleber Verde - PRB/MA

Daniel Freitas - PSL/SC

Daniel Trzeciak - PSDB/RS

Darci de Matos - PSD/SC

Darcísio Perondi - MDB/RS

Delegado Éder Mauro - PSD/PA

Felipe Francischini - PSL/PR

Fernando Rodolfo - PR/PE

Filipe Barros - PSL/PR

Giovani Cherini - PR/RS

Guilherme Mussi - PP/SP

Heitor Freire - PSL/CE

Jerônimo Goergen - PP/RS

João Marcelo Souza - MDB/MA

Marcelo Moraes - PTB/RS

Marcelo Ramos - PR/AM

Paulo Eduardo Martins - PSC/PR

Pedro Paulo - DEM/RJ

Reinhold Stephanes Junior - PSD/PR

Ronaldo Carletto - PP/BA

Samuel Moreira - PSDB/SP

Silvio Costa Filho - PRB/PE

Valtenir Pereira - MDB/MT

Augusto Coutinho - SOLIDARIEDADE/PE

Capitão Wagner - PROS/CE

Dr. Frederico - PATRI/MG

Léo Moraes - PODE/RO

Paulo Ganime - NOVO/RJ

Vinicius Poit - NOVO/SP

 

Indeciso

Alex Manente - CIDADANIA/SP

Greyce Elias - AVANTE/MG

Professor Israel Batista - PV/DF

 

Contra a reforma da Previdência

Alice Portugal - PCdoB/BA 

André Figueiredo - PDT/CE

Mauro Benevides Filho - PDT/CE

Aliel Machado - PSB/PR

Carlos Veras - PT/PE

Gleisi Hoffmann - PT/PR

Heitor Schuch - PSB/RS

Henrique Fontana - PT/RS

Joenia Wapichana - REDE/RR

Jorge Solla - PT/BA

Lídice da Mata - PSB/BA

Sâmia Bomfim - PSOL/SP

 

COMPARTILHE