Vera Marchioni é eleita para o Conselho Fiscal pela Chapa ‘Mãos Dadas pela Cabesp’

Vera Marchioni é eleita para o Conselho Fiscal pela Chapa ‘Mãos Dadas pela Cabesp’
sexta-feira, 01/12/2017

Confira o resultado completo

Diretoria Financeira
Julio Higashino – 7.809
Wagner Cabanal – 3.767
Brancos – 46
Nulos – 37
Total – 11.659

Diretoria Administrativa
José Valente Neto – 7.410
Camilo Fernandes – 4.137
Brancos- 66
Nulos – 46
Total – 11.659

Conselho Fiscal
Vera Lúcia Marchioni – 3.923
José Roberto Cardoso – 3.791
Seiji Simono – 3.614
Brancos – 42
Nulos – 289
Total – 11.659

A apuração dos votos das eleições da Cabesp (caixa de assistência dos funcionários do Santander/Banespa), para definir a gestão 2018-2019, foi realizada na quinta-feira (30/11), em São Paulo.

Vera Marchioni, candidata da chapa Mãos Dadas pela Cabesp, foi eleita para o Conselho Fiscal como a maioria dos votos em todas as parciais. “Agradeço imensamente a confiança depositada na Chapa Mãos Dadas pela Cabesp. E agora, como conselheira fiscal eleita, vamos continuar o nosso trabalho de longa data em defesa da Cabesp e dos seus associados. Estou à disposição para conversar, fazer reuniões e ouvir os associados”, comenta Vera.

O candidato à Diretoria Administrativa, Camilo Fernandes, ressalta que o resultado mostra um avanço da chapa em relação à eleição anterior. “Tivemos uma eleita e porcentagens melhores nas urnas o que é positivo. Agora, vamos trabalhar em prol dos associados da Cabesp fiscalizando atentamente a gestão”.

Wagner Cabanal também agradeceu os votos recebidos e deixa um recado aos banespianos: “é preciso acompanhar bem de perto a Cabesp daqui para frente por conta das mudanças que a presidente está implantando na nossa caixa beneficente”.

A chapa Mãos Dadas pela Cabesp foi apoiada pela Afubesp (Associação dos Funcionários do Santander/Banespa), Sindicato dos Bancários de São Paulo, Contraf-CUT, Fetec-SP e Feeb SP/MS, Sindicatos do Vida Bancária e diversas outras entidades.

Quórum cai, mais uma vez

Apesar de todos os alertas feitos pela Afubesp sobre a importância de participar da eleição para fortalecer a representação dos associados, foi verificado baixo quórum neste processo.

Levantamento feito pela Afubesp, em relação ao número de votantes das últimas seis eleições (de 2007 a 2017), aponta que este ano foi registrada a menor participação dos eleitores nos pleitos da Cabesp desde que o voto pelos Correios foi implementado.

Em 2007 foram computados 14.330 votos; 2009 foram 14.400 votos; 2011: 12.944 votos; 2013: 12.305 votos; 2015: 12.487 votos; e em 2017: 11.659 votos.

“Vivemos em tempos de atenção redobrada com a Cabesp e participar da eleição era mostrar ao Santander que estamos vigilantes, mas mais uma vez o quórum caiu”, comenta o presidente da Afubesp, Camilo Fernandes. “Vamos ter muitos desafios pela frente e os banespianos precisam estar em alerta. Temos falado isso nas reuniões realizadas pelo interior de São Paulo, que vão continuar porque queremos manter a proximidade para levar mais informação e mobilizar o pessoal para qualquer iniciativa que precisar ser tomada”, conclui.

Fonte: Afubesp

COMPARTILHE