CAMPANHA 2022

Trabalhadores do Santander encerram Encontro Estadual dos Bancos Privados

Trabalhadores do Santander encerram Encontro Estadual dos Bancos Privados
sexta-feira, 13/05/2022

A Fetec-CUT/PR (Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Paraná) encerrou na noite de quinta-feira (12/05) o Encontro Estadual dos Bancos Privados, com o evento específico das trabalhadoras e trabalhadores do Santander.

Considerado como o banco “mais difícil para negociar”, por conta da política de implementar retrocessos, retirar direitos e complicar a atuação dos Sindicatos, a categoria debateu e apontou as ações que serão levadas no Encontro Nacional, a ser realizado em junho.

Uma coisa ficou clara aos participantes: não dá para focar apenas nas pautas convencionais, pois será preciso fortalecer as ações que visam a transformação do atual cenário do Brasil. “Em outubro, iremos decidir se queremos continuar nesta situação difícil ou se iremos optar em reconstruir nosso País e nosso futuro. Temos que pensar na pauta do Santander, sem esquecer de construir um diálogo com a sociedade, a exemplo do que foi conversado com os trabalhadores do Bradesco e Itaú. Isso será de fundamental importância para os próximos anos”, alertou o presidente da Fetec, Deonísio Schmidt.

A coordenadora nacional da COE (Comissão de Organização dos Empregados) do Santander) Lucimara Malaquias endossou as palavras do presidente da Fetec. “Neste cenário nebuloso, precisamos eleger prioridades. Renovar a CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) e o ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) do Santander são importantes, mas não podemos ignorar que devemos nos esforçar para eleger Lula presidente”, afirmou.

No Encontro também uma análise feita pela economista e técnica do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), Vivian Machado, sobre o lucro do Santander e com o professor Sávio Cavalcante, que falou aos participantes a respeito da realidade do teletrabalho. “O evento foi muito produtivo. A Lucimara Malaquias fez a abertura falando principalmente das terceirizações no banco, a Vivian do Dieese apresentou o balanço do primeiro trimestre do banco e para fechar o encontro o Professor Doutor Sávio Cavalcante falou um pouco sobre tele trabalho e os seus impactos. Achei muito interessante o trabalho apresentado”, avaliou o representante do COE estadual e diretor do Sindicato de Londrina, Leonardo Rentz.


Os debates do Encontro foram coordenados por Leonardo Rentz e Lucimara Malaquias, 
respectivamente, coordenador estadual e coordenadora nacional da COE Santander

Após essas apresentações, os trabalhadores e trabalhadoras puderam fazer perguntas e tirar dúvidas.

Por Flávio Augusto Laginski/Fetec-CUT/PR

COMPARTILHE