GT da Contraf-CUT debate ações para garantir direitos ameaçados

Membros do GT de Saúde e representantes dos Sindicatos ser reuniram hoje (17/03), em Curitiba Membros do GT de Saúde e representantes dos Sindicatos ser reuniram hoje (17/03), em Curitiba
sexta-feira, 17/03/2017

Acácio dos Santos, diretor do Sindicato de Londrina, representou as bases do Vida Bancária na reunião do GT de Saúde

Integrantes do GT (Grupo de Trabalho) de Saúde da Contraf-CUT se reuniram hoje (17/03), em Curitiba, juntamente com representantes da área de saúde das Regionais da Fetec-CUT/PR, para debater as reformas propostas pelo governo Michel Temer (PMDB) e definir as ações a serem tomadas em relação às consequências das mesas para a categoria bancária.

Na oportunidade também foram discutidas formas e ferramentas de negociação com a Fenaban em torno de assuntos relacionados à Mesa Temática de Saúde do Trabalhador.

Dentre outros encaminhamentos, os membros do GT encaminharam as seguintes ações:

- divulgar e implementar a campanha "Assuma o controle, a Saúde é sua";

- disponibilizar modelos de ofícios de informações sobre o Protocolo de Combate aos Conflitos no Local de Trabalho (assédio, transferências forçadas, metas abusivas, etc.) pela Contraf-CUT;

- combater a metodologia da Medicina do Trabalho na execução do PCMSO;

- intensificar as reuniões dos Coletivos de bancos privados e públicos em nível estadual e nacional;

- reiterar pedido para que a Contraf acompanhe a Mesa Temática de Saúde;

- que a Contraf oriente as COES para fazer intercâmbios das informações de Saúde dos GTs de Saúde, insistindo em discutir com os bancos as formas e metodologias utilizadas nas cobranças de metas, sistemas de avaliação que são submetidos os trabalhadores e suas consequências e impactos, como, por exemplo, o nível de adoecimento.

“Estes encaminhamentos são necessários para conquistarmos avanços nas demandas relacionadas à saúde da categoria e assim conter o elevado número de adoecimentos verificados no setor financeiro”, avalia Acácio dos Santos, diretor do Sindicato de Londrina.

Por Armando Duarte Jr.

COMPARTILHE