LONDRINA

Bancos privados desrespeitam autoridades e mantêm portas abertas

Arte: Gerd Altmann/Pixabay Arte: Gerd Altmann/Pixabay
segunda-feira, 23/03/2020

A assessoria jurídica do Sindicato de Londrina, Baracat De Grande e Advogados, ingressou na manhã desta segunda-feira (23/03) com ações contra o Bradesco, Itaú Unibanco e o Santander requerendo dos bancos o cumprimento do Decreto 4317/2020, editado pelo governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), e do Decreto 10.282/2020, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, determinando a suspensão dos atendimentos presenciais nos bancos e demais empresas que prestam serviços não essenciais.

Esse desrespeito às medidas para conter a disseminação do novo coronavírus também está sendo denunciado ao Ministério Público do Trabalho, levando em conta o risco que o atendimento ao público apresenta para a saúde da categoria bancária.

Segundo Laurito Lira Filho, diretor do Sindicato de Londrina, antes de acionar a Justiça foram enviados ofícios aos gerentes regionais dos bancos solicitando a não abertura das agências e o cumprimento das medidas determinadas pelas autoridades.

Clique nos links para ler os ofícios:

Banco do Brasil

Bradesco

Caixa

Itaú Unibanco

Safra

Santander

Também foi enviado ofício ao Prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP), ao secretário de Saúde, Felippe Machado, e ao presidente da Câmara Municipal, Aílton Nantes, informando o envio de notificação a estes bancos e solicitando a fiscalização , bem como as ações necessárias para que eles respeitem o que determina o Decreto Municipal 346/2020 em relação à prevenção do Covid-19.

“Felizmente, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil usaram de bom senso e respeitaram as medidas de contenção do novo coronavírus e não abriram suas agências para o público, mantendo apenas o atendimento presencial para os casos pontuais”, salienta.

Laurito lembra que desde as 10h00 desta segunda-feira (23) o Comando Nacional dos Bancários está reunido com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) para definir posicionamento sobre o fechamento das agências e outras medidas de proteção à categoria.

“Recebemos denúncias de abertura de agências da Caixa e solicitamos providências da Superintendência Regional para que fosse cumprida a determinação de fechamento. No caso dos bancos privados, a conduta é de afronta às determinações dos poderes públicos, por isso o Sindicato está recorrendo à Justiça e o Ministério Público do Trabalho para assegurar a proteção da categoria em relação ao Covid-19”, relata.

Ainda de acordo com o diretor do Sindicato de Londrina, foram feitas tentativas de acionar a Polícia Militar para fazer cumprir os Decretos Estatuais e o Municipal que estabelecem regras para funcionamento dos bancos, mas por telefone foi dito que só estão atendendo casos de urgência. O mesmo procedimento foi tentado junto à Guarda Municipal, mas o telefone de contato da corporação não atendeu as ligações.

DENUNCIE DESCUMPRIMENTO DAS MEDIDAS SANITÁRIAS AO SINDICATO

Se ocorrer qualquer situação que leve ao desrespeito das medidas de contingenciamento do novo coronavírus em seu local de trabalho denuncie imediatamente para o Sindicato.

Ligue ou envie mensagem para o telefone 99604-0139 ou pelo e-mail denunciecovid19@gmail.com.

Você também pode entrar em contato com os dirigentes do Sindicato utilizando os telefones abaixo:

Contatos com os dirigentes do Sindicato:

Banco do Brasil
Laurito Lira Filho:
98401-3392

Bradesco
Danielle Ruza:
99911-99930
Benedito Dias Mota: 99147-0467

Santander
Débora Melo:
99600-2316
Levi Ribeiro: 99164-9384
Leonardo Rentz: 98802-0404

Itaú Unibanco
Valdemir (Negão): 99822-0000
Edvaldo Zanutto: 99903-5321
Eunice Miyamoto: 99967-5469

Demais bancos
WhatsApp Sindicato:
99604-0139

COMPARTILHE